segunda-feira, 7 de outubro de 2013

JOGOS ELETRÔNICOS BENÇÃO OU MALDIÇÃO?



Cada vez mais é discutido por pais e educadores sobre a formação intelectual das crianças nos dias de hoje. A ação de diversas informações, tais como os visuais, os auditivos, acabam acarretando distúrbios emocionais na mente em desenvolvimento, influenciando assim de forma positiva ou negativa.

Hoje, o acesso aos videogames que contem cenas explicita de violências, atropelamentos, tiros, é cada vez maior, pois a exposição constante a esses tipos de jogos contribui de forma negativa para a formação das crianças, tornando – as violentas, rebeldes sem limites, perdendo a característica de uma infância saudável, que na realidade é correr, pular e brincar.
As brincadeiras fazem parte do dia–a–dia de uma criança, pois o mesmo está inserido na própria natureza delas. Mas quando são expostas a jogos violentos na infância, possivelmente a influencia negativa, de maneira que um jogo aparentemente nocivo aos olhos adultos pode influenciar sutilmente a vida de uma criança e acarretar consequências irreversíveis no futuro.

Um estudo publicado nos EUA nos revela uma estatística impressionante em que duas crianças uma de 12 e a outra com 13 anos, gostavam de videogames bastante violentos, acabaram consumando o fato. Entraram na escola que estudavam e executaram a sangue frio os seus colegas de sala e o professor da mesma maneira que realizado no jogo. A cidade Littleton, no Colorado, ficou perplexa com o acontecimento. Cada vez mais é discutido por pais e educadores sobre a formação intelectual das crianças nos dias de hoje. A ação de diversas informações, tais como os visuais, os auditivos, acabam acarretando distúrbios emocionais na mente em desenvolvimento, influenciando assim de forma positiva ou negativa.
Hoje, o acesso aos videogames que contem cenas explicita de violências, atropelamentos, tiros, é cada vez maior, pois a exposição constante a esses tipos de jogos contribui de forma negativa para a formação das crianças, tornando – as violentas, rebeldes sem limites, perdendo a característica de uma infância saudável, que na realidade é correr, pular e brincar.

As brincadeiras fazem parte do dia–a–dia de uma criança, pois o mesmo está inserido na própria natureza delas. Mas quando são expostas a jogos violentos na infância, possivelmente a influencia negativa, de maneira que um jogo aparentemente nocivo aos olhos adultos pode influenciar sutilmente a vida de uma criança e acarretar consequências irreversíveis no futuro.
Um estudo publicado nos EUA nos revela uma estatística impressionante em que duas crianças uma de 12 e a outra com 13 anos, gostavam de videogames bastante violentos, acabaram consumando o fato. Entraram na escola que estudavam e executaram a sangue frio os seus colegas de sala e o professor da mesma maneira que realizado no jogo. A cidade Littleton, no Colorado, ficou perplexa com o acontecimento.

Essa terrível historia envolvendo crianças são cada vez mais frequentes nas escolas. É necessário fazer antes, uma avaliação completa e saber, saber de fato qual é o tipo de “games” que estão entrando nas residências. Qual é a qualidade dos conteúdos que estão sendo expostas as crianças? Que os órgãos competentes tivessem uma participação mais ativa, restringindo determinados “games” de acordo com a idade.

No entanto, para que esta ação possa surtir efeitos concretos como medida de segurança, é necessário a participação contundente dos Pais. Ao invés de transferir as responsabilidades educar, ensinar os filhos transfere toda a responsabilidade para os videogames, televisão, áudios e muitas outras formas de comunicação, quando na verdade, cabem os Pais o dever de instruir a criança, até porque o filho pertence a ele. Se não tiver uma participação ativa dos Pais, possivelmente as influencia negativas de alguns videogames, influenciara na formação da criança.

Essa terrível historia envolvendo crianças são cada vez mais frequentes nas escolas. É necessário fazer antes, uma avaliação completa e saber, saber de fato qual é o tipo de “games” que estão entrando nas residências. Qual é a qualidade dos conteúdos que estão sendo expostas as crianças? Que os órgãos competentes tivessem uma participação mais ativa, restringindo determinados “games” de acordo com a idade.
No entanto, para que esta ação possa surtir efeitos concretos como medida de segurança, é necessário a participação contundente dos Pais. Ao invés de transferir as responsabilidades educar, ensinar os filhos transfere toda a responsabilidade para os videogames, televisão, áudios e muitas outras formas de comunicação, quando na verdade, cabem os Pais o dever de instruir a criança, até porque o filho pertence a ele. Se não tiver uma participação ativa dos Pais, possivelmente as influencia negativas de alguns videogames, influenciara na formação da criança.


COMENTÁRIO
Eis que hoje eu ponho diante de vós a bênção e a maldição; Deuteronômio 11:26
É fato que a cada ano as crianças brincam menos, a infância esta sendo roubada.
É fato que antes a televisão era conhecida como a babá eletrônica, hoje os vídeos games são as babás eletrônicas.  São horas de entretenimento, “ele ou ela fica calminho(a)” .
É fato hoje adolescentes, jovens, adultos cresce dependentes deste mundo informatizado, não há mas espaço para diálogos, brincadeiras e relacionamentos. Hoje já existe televisão que se conecta ao mundo virtual pelo movimento dos olhos e  mãos, sem precisar apertar botão.
A questão é você cristão, qual a sua ligação? qual a sua prioridade? você é daqueles que esta tão ligado ao mundo virtual, que não consegue de desconectar durante o culto. Esta no culto mais a sua mente esta pensando nas mensagens do Facebook.

Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e inofensivos como as pombas. Mateus 10:16
Sede prudentes como as serpentes. O inimigo não esta brincando, sabemos que estamos vivendo no mundo da informática. Que esta informatização influencia as nossa crianças e adultos, mas cabe as Pais colocar limites, dizer NÃO, quando o nosso coração quer dizer sim.
Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar.Lucas 21:33

Tudo isso passa, virão outras novidades, mas a PALAVRA DE DEUS PERMANECE. Fica com a Palavra, permanece na Palavra, e colha os frutos.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...