POR QUE MISSÕES?



Afim de obter uma fácil compreensão deste assunto tão vasto, você vai  estudá-lo  através de 5 tópicos:

1)     O que é missões?
2)     Para que missões?
3)     Onde fazer missões?
4)     Como fazer missões?
5)     Quem deve fazer missões?


                                                 O QUE É MISSÕES?

   A palavra missões vem do verbo latim “mito”, que significa “Enviar”, no novo testamento a palavra é “Aposteilo”, que tem o mesmo significado.
  Foi somente a partir do século XVI, que a palavra missão começou a significar à Igreja sendo enviada ao mundo, portanto a palavra missão significa “enviar”.

Embora a palavra missões tenha sido usada primeiramente no Sec XVI, podemos ver que o grande desejo de Deus é “Encher a Terra de Sua Glória”. O primeiro homem era cheio da glória de Deus e tinha comunhão com Deus e Deus queria que isso se multiplicasse e enchesse a terra. Gn 1:28.
   Quem primeiro se preocupou em “enviar” foi o Próprio Deus.
O Pastor Clói Marques Pereira escreve o seguinte texto sobre a obra missionária no Velho Testamento:
“Os profetas foram missionários de Deus. Quase todos eram itinerantes, enviando a mensagem de Deus. Alguns saíam do reino do sul, indo profetizar nas terras do norte ( I Reis 13:1) , Outros iam para o estrangeiro, como Elizeu (II Reais 8:7), Jonas ( Jonas 1:1-2), Ezequiel ( Ezequiel 1:1),Daniel ( Daniel 1:6). Também há diversos textos dirigidos às nações pelos profetas de Deus como vemos em Isaias 13: 1,I Samuel  23:18, dirigindo-se a Babilônia,  Filistia, Moabe, Etiópia, Egito, Arábia e Tiro. O Profeta Jeremias escreveu para o Egito, Edom, Damasco, Quedar, Hazor, Elão e Outras Nações.”
Em João 3.16, você lê: “Deus amou o mundo de tal maneira, que enviou seu filho Unigênito, para que todo aquele que nele crê, não pereça, mas tenha a vida eterna.” Através deste versículo, conhecemos a preocupação de Deus para com a humanidade decaída e distanciada de si. Razão pela qual enviou Jesus, o Seu Filho Unigênito, ao mundo, para uma única missão, “Salvar”.
   A única missão de Jesus no mundo foi salvar o homem perdido, leia Lucas 19.10 e João 3.16, diz que Deus deu Jesus ao mundo. O verbo dar foi exatamente o que Deus fez, ofereceu seu Filho Amado para resgatar o homem que havia se afastado completamente Dele. Para se entender missões, é preciso partir deste princípio, que Deus deu seu Filho, e que o Próprio Filho se deu para a salvação dos homens perdidos, se compreendermos isso, podemos então dizer: missão é a obra de Deus, dada à Igreja, que seguindo o exemplo de Cristo, chamando todos ao arrependimento, e ter fé em Cristo, enviando-os a serem discípulos D’ele.
E  assim como Jesus foi Enviado de Deus, Ele enviou seus Discipulos, Jesus disse em João 17:18 “Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo”  “assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós” (João 20:21), e assim Todos os discípulos também foram enviado,  pois segundo a tradição cristã com base principalmente no  historiador Eusébio de Cesárea (cerca de 260 a 340) no seu segundo livro da história da igreja, é dito que:
 João, Foi Missionário na Ásia, Pedro Foi Missionário  em Ponto, Galácia,  Bitínia e Capadòcia,
Andre foi levar a Palavra de Deus na Cítia,Mateus, em outras nações após ter escrito o evangelho, Bartolomeu  foi Missionário na Índia, e Tomé foi pregar entre os partos ( Irã, Iraque e Paquistão) , e certamente também chegou a Índia,  Marcos foi ao  Egito e foi fundando a Igreja de Alexandria, Simão- o zelote- foi missionário na Pérsia, Tiago , o grande- na Espanha,
Tiago , o justo , na Arábia e Felipe foi missionário na Frígia.

                                             PARA QUE MISSÕES?

          Falar em missões, sem querer saber para que fazemos missões, é o mesmo que andarmos no escuro. Paulo, o grande missionário, foi sempre consciente de que há um objetivo a ser alcançado em missões. Das três indagações feitas por Paulo, a segunda interroga: Como crerão naquele que não ouviram? Sabe qual é a resposta? Missões, sim, Missões existe para levar Cristo a todas as pessoas, fazendo-as crer que Ele é Eterno e Suficiente Salvador.
        As estatísticas mostram hoje, que evangelizar o mundo, e, principalmente os povos não alcançados é um desafio. Não podemos mais visualizar um mundo rodeado de barreiras sociais e políticas, porque Deus está derrubando todos os bloqueios de satanás. O Evangelho precisa chegar as grandes cidades do mundo, calcula-se que hoje, apenas a metade do globo terrestre, já ouviu falar do Evangelho, e a outra maioria absoluta que representa cerca de 3,2 bilhões de pessoas, estão envolvidas nas trevas espirituais. Existe Missões porque há um mundo carente e necessitado do amor de Deus, as verdades fundamentais do evangelho precisam ser anunciadas sob pena de chegarmos na presença do Nosso Senhor, com as mãos sujas de sangue da nossa geração. Somos responsáveis pelos que vivem em nossa cidade, ou nós lhe falamos de Cristo agora, ou um dia será muito tarde para os perdidos,e, para nós os salvos.
        Não podemos nos esquecer que há um clamor no céu por missões que diz “a quem enviarei, e quem há de ir por nós?” (Isaías 6:8) e há um clamor na terra que diz  “passa à Macedônia, e ajuda-nos” (Atos 16:9) e há também um clamor no inferno por missões que diz “rogo-te, pois, ó pai, que o mandes à casa de meu pai, para que lhes dê testemunho, a fim de que não venham também para este lugar de tormento” (Lucas 16:27,28).

                                                    ONDE FAZER MISSÕES?

             Já sabemos que o objetivo de missões, é levar todos à salvação, porém podemos ir além do seu objetivo. Dentro da visão missionária de Jesus, a salvação destina-se a todos os povos da terra. Em todos os lugares da terra o Evangelho deve ser pregado, isto está provado em Mateus 28.19 que diz: “portanto ide, ensinai todas as nações”, ou o mesmo que “ ide ao Brasil e aos demais países”, salvação é uma dádiva oferecida independente de cor, idioma ,cultura, etnias, clãs, tribos ou posição social.
     Além do texto bíblico já mencionado, Marcos 16.15, e Tito 2.11, também mostram que todos os homens estão incluídos no plano de salvação. O Evangelho é para todos, em todos os lugares. Utilizando Atos 1.8, a Igreja local é missões dando uma visão missionária global, e estabelece quatro pontos estratégicos para se fazer missões.

                                                               a) JERUSALÉM

              Jerusalém era a cidade onde os discípulo estavam quando receberam a ordem.É o trabalho missionário em nossos lares, vizinhos, escolas, faculdades, trabalhos, familiares, e o evangelho do dia-a-dia falado, ou com adesivos evangelísticos, entregando folhetos, convidando amigos para assistir um culto, ouvindo uma programação evangélica onde existam ouvintes não crentes, e este campo é muito vasto. Você já evangelizou alguém da sua família? Ou seu colega de escola?  Um seminarista de missiologia certa vez disse: “Eu passava por um jovem meu vizinho todos os dias, ele usava drogas e eu nunca parei pra conversar com ele e lhe falar do amor de Jesus, até eu receber a notícia de que ele havia sido assassinado, missões estava na porta da minha casa e eu não tinha me dado conta disso.” Pense nisto agora.
         Saiba que um coração com Deus, é um coração missionário, um coração sem Deus, é um campo missionário.
                                                             b) JUDÉIA

            Judéia era o estado cuja capital era Jerusalém. É o trabalho realizado nas vilas e bairros próximos, este campo parece sem nenhuma importância, porém não há dúvidas de que é um excelente local para realizações de cruzadas e ações sociais. Existem grandes bairros e vilas onde há milhares de pessoas precisando ouvir a mensagem do Evangelho.
                                                               c) SAMARIA

        É o trabalho realizado em cidades mais distantes, no interior do país, o que se pode chamar “Missões Nacionais”. Pois com diz o Pr. Edison Queiroz,  nossa Samaria é o Brasil.


                                                       d) CONFINS DA TERRA

        É o trabalho missionário realizado em todo mundo, isto é, “Missões Estrangeiras”, ou transculturais, com abertura nos países comunistas, implantando Igrejas, escolas Bíblicas e realizando outros ministérios, nunca o mundo esteve tão aberto para o trabalho missionário como agora.
          A visão de Deus é implantar seu reino em todas as tribos, povos, línguas e nações (Apocalipse 5:9) devemos ter a mesma visão, pois somos os instrumentos de Deus para realizá-las,  o Ev. Jose Alberto Paiva dizia que “ Missões está no coração de Deus” e hoje eu complemento dizendo que “ Está no coração  de Deus, e em nossas mãos executá-la”  e ainda mais, “ deveras nasce no coração de Deus, e deve florescer no coração da igreja”.
        Louvamos a Deus pela visão da SEMIADECIN que se iguala com a de Deus e obedece a ordem de Jesus quando diz “Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19) levando a palavra de Deus a povos e nações pouco ou ainda não alcançados.

                                      
                                                   COMO FAZER MISSÕES?

       As alterações em nossa sociedade humana atual são rápidas e constantes. Vivemos em um mundo onde as nações se aproximam velozmente pelos meios de transportes e comunicações, os satélites quebraram as barreiras da distância divulgando toda e qualquer notícia falsa ou verdadeira de forma imediata.
    A Igreja precisa agir, ensinando o nosso povo o que é essencial, a Bíblia é nossa regra de fé, praticar missões não é o objetivo principal dela, é a razão de ser da igreja, a igreja só se justifica, quando faz missões, pois a igreja é o veiculo de Deus na terra, os milagres e pessoas alcançadas por Cristo em terra, foi feito no corpo que Maria lhe “deu”,e este corpo Ele entregou no Calvário. No dia de Pentecostes, recebeu outro corpo, que é a igreja. E Cristo se expressa através da igreja no qual a igreja não é um lugar ao qual vamos, senão que é o que somos, e veja que Cristo deixou sua Glória e veio a terra para falar do amor de Deus, então nós porque não fazemos o mesmo?
      Jesus ordenou a permanência de seus discípulos em Jerusalém até o revestimento de poder. Leia Lucas 24.49, e este versículo serve para nos lembrar que, acima de tudo, para se realizar uma autêntica obra missionária, é preciso ter a cooperação do Senhor Jesus, porque sem Ele nada podemos fazer. Jesus tem que estar em primeiro lugar, em qualquer trabalho missionário.
         


                                             QUEM DEVE FAZER MISSÕES?

       Na primeira parte dessa lição, aprendemos que missão é a obra de Deus dada á Igreja. Que seguindo o exemplo de Cristo, proclamada por palavras e ações o Reino de Deus, chamando todos ao arrependimento e a ter fé em Cristo, enviando-os a serem discípulos D’ele.
   A Bíblia nos ensina que é da Igreja a responsabilidade de executar a obra missionária, essa responsabilidade é coletiva (igreja como instituição) e individual (igreja como sendo eu).
   Quando alguém não se tem a Deus, ouve Ele dizer “Vinde a mim” (Mateus 11:28) e depois de tê-lo conhecido ouve Ele dizer “ide” (Marcos 16:15)
    O dever de fazer missões é coletivo, ou seja, da Igreja local, ou Igreja mãe, que dá os seus filhos para esta causa nobre.  É individual, ou seja, compete a cada um fazer sua parte individualmente. Portanto para mim pregar o evangelho aos perdidos eu não preciso esperar que alguém chegue pra mim e diga isto, eu já estou comissionado por Cristo para pregar. Se queremos ver o mundo alcançado pelo evangelho, temos que investir nos obreiros e membros que estão no seio da Igreja e enviá-los aos perdidos. ALCANÇAR SIMULTANEAMENTE JERUSALÉM . . .   E OS CONFINS DA TERRA 
          Agora vamos atentar para as palavras do Senhor Jesus que encontramos em Atos 1:8: “Recebereis poder, ao vir sobre vós o Espírito Santo, e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém, como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” São as últimas palavras que proferiu aqui na terra antes de voltar para o Céu, os pés já largando contato com o chão.  Será que não escolheu com cuidado essas palavras? Certamente que sim e certamente Ele espera que prestemos cuidadosa atenção a elas. Mesmo numa leitura superficial fica claro que a preocupação de Cristo é com o mundo inteiro.  Mas além desse sentido óbvio, estas palavras de Jesus contém uma estratégia, uma tremenda estratégia, uma estratégia capaz de alcançar o mundo dentro de uma geração!
                                     
                                                   A Estratégia  
           Como muitas vezes acontece na Bíblia, o segredo está nas pequenas palavras, no caso “tanto . . . como . . . e”. Observe, por favor, que Jesus não disse:  “Ser-me-eis testemunhas primeiro em Jerusalém, depois em toda a Judéia e Samaria, e finalmente, se um dia sobrar tempo, mão de obra e dinheiro, até aos confins da terra.” (Não é assim que estamos conduzindo a coisa, de modo geral?)  Não, a expressão é “tanto . . . como . . . e”, isto é, simultaneamente. Simultaneamente temos que nos esforçar para alcançar a nossa “Jerusalém, Judéia e Samaria” e os confins da terra. Se um dia, de forma geral, as nossas igrejas evangélicas assumirem efetivamente esta estratégia terminaremos de alcançar o mundo nesta nossa geração. Se os Apóstolos conseguiram por que nós não podemos?

            Os Apóstolos, e presumivelmente a geração discipulada por eles, entenderam e obedeceram esta estratégia de Cristo. Tanto assim que naquela geração, começando com aquele punhado de gente (lembrando também que não dispunham da tecnologia moderna), praticamente conseguiram alcançar o seu mundo. O Apóstolo Paulo fez planos para alcançar a Península Ibérica. Se podemos confiar na tradição da Igreja, o Apóstolo Tomé logrou chegar até ao sul da Índia!  Mas infelizmente após a era apostólica a Igreja foi perdendo essa visão e assim ficou através dos séculos, até a época das missões modernas. 
     Como conseqüência deplorável da perda dessa visão, de lá para cá, através dos séculos e até hoje a maioria das pessoas nascem, vivem e morrem sem uma vez ouvir falar de Jesus Cristo, estima-se que 85.000 pessoas morrem por dia sem nunca ter ouvido de Jesus. É a maior calamidade pública de todos os tempos! 
      Por outro lado, se através dos séculos a Igreja tivesse sempre seguido esta estratégia então sem muita demora a Palavra de Deus teria sido levada a cada povo no mundo, e daí para frente cada geração sucessiva que nascesse teria a opção de receber ou rejeitar o Evangelho. Já pensou que maravilha?  Pois através dos séculos cada povo viria tendo acesso efetivo à Palavra de Deus, ao Evangelho de Cristo.
      E ainda dá, embora tarde (mas antes tarde do que nunca!). Se a partir de hoje, de forma geral, o povo de Deus assumir efetivamente esta estratégia então deve acontecer o seguinte: os muitos jovens que Deus está chamando receberão apoio e sustento de suas igrejas. Deverão se preparar adequadamente, inclusive adquirindo as ferramentas para lidar com outras línguas e culturas (lembrar que muitas ainda não foram estudadas). Uma vez preparados serão semeados pelo mundo inteiro, nas áreas e junto aos povos onde ainda não existe acesso efetivo ao Evangelho. Gastarão uns dois anos adquirindo um domínio da língua e cultura local que permita começar a falar de Jesus sem perigo demasiado de promulgar heresias.
         Daí para frente devem haver conversões e o surgir de novas igrejas onde nunca tinha. Agora, essas igrejas devem também abraçar esta estratégia de Cristo, e com isso começarão a evangelizar não somente na sua “Jerusalém” mas Também na “Judéia” e “Samaria”. Dessa forma, dentro de uma geração não sobraria povo ou lugar sem acesso efetivo ao Evangelho de Cristo. Para exemplificar, existem tribos indígenas no Brasil que há poucos anos receberam pela primeira vez a Palavra de Deus onde os crentes já se preocupam não somente com o resto da sua etnia, sua “Judéia”, mas inclusive querem enviar missionários para outras tribos.
Texto tirado  marvyopriscila@wordpress.com

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...