sábado, 2 de junho de 2012

As palavras pareciam insuficientes. Precisávamos de sabedoria de Deus.

02 jun 2012QUÊNIA

Nossos corações doiam enquanto ouviamos nosso novo amigo e irmão falar da dor de perder sua filha caçula. Mwende Winnie, então com nove anos de idade, era o orgulho Patrick Mutinda e a filha que ele mais amava. O nome Mwende, significa "Aquele que é amado", na língua local.
Sábado, 5 de novembro, de 2011. Os acontecimentos daquela noite ficarão pra sempre em sua mente. "Eu não estava lá quando aconteceu". Esta declaração demonstrou a tamanha dor e frustração desse pai, extremamente ferido. Ele não estava lá para proteger sua filha da granada que havia sido arremessada em sua casa às oito horas daquela noite.
"Cheguei em casa apenas dez minutos depois". Eu vi o pesar, a tristeza e a culpa que pesavam em seu coração. O fato de que ele estava fora fazendo o que qualquer bom pai faria, ganhando o sustento de sua família, não alivia sua dor.
"Cheguei, pouco antes dela morrer. Eu vi minha filha morrer". O que se dizer sobre isso? Nós ficamos em silêncio.
"Ela foi rasgada pelos estilhaços. Havia muito sangue. Eu não estava lá para protegê-la". Disse ele, com a cabeça curvada, e um pesar que nenhum de nós poderia imaginar. Um membro da equipe colocou as mãos em volta de seu ombro, e chorava com ele enquanto abria a Bíblia. O restante de nós orava em silêncio, sentindo que ele precisava ouvir a voz de Deus e não dos homens naquele momento.
O pastor Makunyi então nos contou sobre a proteção de Deus, apesar das perdas. "Estamos muito gratos a Deus porque Ele preservou outras vidas".
Ele nos contou que os agressores tinham lançado duas granadas. "Mas uma delas não explodiu. Ela teria matado o guarda norturno, pois caIra perto dele".
"Enquanto isso, na casa de Patrick, o jantar tinha acabado de ser servido e se estivessem todos lá, talvez todos teriam morrido. Mas Deus é misericordioso! Acreditamos que foi Ele que levou minha mulher, a tirar a mãe de Winnie da casa, para ajudá-la a fazer seu cabelo. Grace, a filha mais velha de Patrick, tinha saido no momendo da explosão para chamar sua mãe para jantar, e Francis ainda não havia chegado do trabalho".
Ele continuou: "Além disso, Deus usou o John, depois, para salvar a vida dos outros, porque quando a granada caiu, ele imediatamente empurrou todo mundo para o lado da sala que não foi atingido pela explosão. Em seguida, a granada explodiu e ele morreu imediatamente, já que ele estava mais próximo da granada. Sua ação rápida salvou a vida das outras crianças".
"Então, você vê, teria sido muito pior. Muito pior! Mas a misericórdia de Deus prevaleceu e nós O louvamos, mesmo quando choramos as mortes".
Visita à casa atingida pela granada
Enquanto caminhávamos até a casa, Deus estendeu a mão para Patrick através de um irmão, que fazia parte da equipe, que o visitava. Um pai que, recentemente, perdeu amigos próximos; nosso irmão era a pessoa certa, na hora certa, fazendo a coisa certa, quando ficou para trás e ministrou a este pai ferido.
Sentindo a hesitação de Patrick em visitar o local das memórias dolorosas, o membro da equipe que ficou para trás e confortava e orava com ele, caminhou com ele até a casa. Era a primeira vez que ele entrava naquela casa, desde o enterro de sua filha.
Ele e Patrick entraram depois de nós, conversando calmamente. Sentimos que Deus tinha usado este irmão para ajudar Patrick dar um passo significativo para tratar desse trauma e voltar à casa onde sua filha havia morrido.
A visita continuou com palavras de encorajamento dos membros da equipe e, ao final, estávamos todos profundamente abençoados por ver o sorriso radiante que iluminava o rosto de Patrick.
"Vocês virem até aqui significou para nós mais do que alguns milhões de dólares. Sua presença nos confortou e foi mais eficiente do qualquer dinheiro, cartões ou telefonemas. Nós realmente agradecemos muito a todos vocês! "Concluiu o pastor Makunyi, e Patrick balançou a cabeça em concordância.
Pedidos de oração
• Ore pela segurança dos cristãos de Garissa e de outras áreas da costa Norte do Quénia.
• Ore para que Pastores e outros irmãos permaneçam firmes através da tempestade para a Glória de Deus.
• Ore para que Deus os capacite a amar e perdoar os seus opressores.
• Ore pela cura total dos membros sobreviventes da família de Pastor Patrick: Sua esposa, filha, Grace, os filhos - Samuel e Peter,  e sua avó Rachel.
• Ore pela família do falecido irmão John Kikavu, que morreu no ataque.
• Ore pelos perseguidores também, para que Deus tenha misericórdia e os leve a receber o Evangelho e a Salvação.
• Louve a Deus pela equipe que visitou estes irmãos, e que Deus usou para encorajá-los.
FontePortas Abertas
TraduçãoMarcelo Peixoto

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...