segunda-feira, 15 de abril de 2013

“COMO UMA PESSOA TÃO BOA COMO VOCÊ NÃO ACREDITA EM DEUS?”.

Ser ateu

“Como uma pessoa tão boa como você não acredita em Deus?”. Esta é uma pergunta que a professora Erika Kodato, 40 anos, ouve com frequência. Ateísta, ela vai toda semana a um abrigo de menores à espera de adoção para dar não só aulas de reforço escolar, mas também carinho de mãe. “Se você é ateu, não esperam de você atitudes de solidariedade. É como se você fosse uma pessoa individualista ou materialista simplesmente porque não crê em Deus”, diz ela.
Na entidade Casa São José, em Arujá (SP), Erika trabalha com sete crianças entre 7 e 14 anos. Além do carinho, beijos e abraços, a professora auxilia nas dúvidas da lição de casa, ensina origami e faz atividades para desenvolver o aprendizado. “É uma espécie de reforço escolar mais individualizado. As crianças geralmente têm pai e mãe para fazer isso, mas estas não têm”, explica.
Erika é ateísta desde sempre. O avô e o pai dela também eram ateus, assim como três filhos da professora. Para ela, é muito natural não crer em uma entidade divina. Mas Erika entende que isso soa estranho em um país tão católico como o Brasil. “Até eu me pego usando expressões do tipo ‘graças a Deus’. Faz parte da nossa cultura”, conta, bem-humorada.
Embora o ateísmo já seja uma opção natural na família, ela diz que não ficaria chateada se um dos filhos decidisse seguir uma religião. “Vou achar legal, sinal que dei a eles liberdade suficiente para fazer o que quiserem. Acreditar em Deus é um sentimento. Algumas pessoas têm, outras não”.
Além do trabalho que faz na entidade, Erika também é expert em incentivar outras pessoas a se tornarem voluntárias. Professora de geografia em uma escola particular de Arujá, ela organiza visitas mensais dos alunos adolescentes ao abrigo, para fazer brincadeiras e contação de histórias. Ela também convenceu o professor de pilates a dar aulas regulares para as crianças. “A única coisa que digo é: se começou, tem que fazer pra sempre, porque eles se apegam mesmo”, conta.
Alessandra Oggioni , especial para o iG São Paulo | 09/04/2013 05:00:59

Esta é uma reportagem de uma professora ateísta de  40 anos procurando fazer o bem, Que é Bíblico.
O que é ser ateu?
Ateísmo, num sentido amplo, é a rejeição ou ausência da crença na existência de divindades e outros seres sobrenaturais. O ateísmo é contrastado com o teísmo, que em sua forma mais geral é a crença de que existe pelo menos uma divindade. Num sentido mais restrito, o ateísmo é precisamente a posição de que não existem divindades.
E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem. 2Tess.3:13
Mas a Bíblia nos alerta que não é pelas boas obras que seremos salvo.
Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.
Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
Não vem das obras, para que ninguém se glorie; 
Efésios 2:7-9


Quantas “Erikas” existem? pessoas que só querem fazer o bem, além de fazer ela incentiva outras pessoas a serem voluntarias. Podemos imaginar como seria esta vida nas mãos do Senhor Jesus. Jesus nos chamou para fazer discípulos
Ateu ou não precisa ouvir do amor de Deus. Esta tarefa é da igreja do Senhor.
Mc.16:15 "Ide por todo mundo, e pregai o evangelho a toda criatura."
 IGREJA É TEMPO DE EVANGELIZAR.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...