domingo, 4 de março de 2012

CINTURÃO ÁRABE PRECISA DO NOSSO CLAMOR


IRAQUE: não há mais lugar seguro

| DestaqueNotícias | Administrador

A região norte do Iraque até pouco tempo era considerada uma região segura para a comunidade cristã, mas recentes ataques a empresas de proprietários cristãos ameaçam a segurança nessa região.
No dia 02 de dezembro de 2011, durante uma pregação, o Mullah Mala Osman Ismail Sindi reclamou sobre a corrupção moral no norte da cidade de Zakho. Incitado pelo sermão, um homem muçulmano se levantou e começou a gritar os nomes dos comerciantes cristãos da região.
Motivados por essa iniciativa, logo um grupo se formou e, carregando cartazes que diziam “Não há deus, senão Alá”, atacou e queimou cerca de 30 empresas pertencentes a cristãos. Os homens também tentaram atacar outro bairro considerado de maioria cristã, mas foram parados pelas autoridades. Uma equipe da Voz dos Mártires que trabalha nessa localidade teve que sair rapidamente.



Fonte: G1.com.br  Edição do dia 02/03/2012
02/03/2012 21h23 - Atualizado em 02/03/2012 21h23

Síria impede entrada de ajuda humanitária na cidade dos rebeldes

O Exército da Síria impediu, nesta sexta-feira (2), que um comboio com ajuda humanitária chegasse a uma localidade onde moram opositores do regime de Bashar al-Assad. O lugar tem sido alvo de bombardeios intensos nas últimas semanas.
Muitos feridos, vítimas da violência na Síria, permanecem sem ajuda. A Cruz Vermelha internacional ainda não conseguiu entrar no bairro de Baba Amro, em Homs.
A cidade é um ponto-chave no confronto entre a oposição e o regime de Bashar al-Assad. Isso porque Baba Amro é um reduto de muçulmanos sunitas, contrários a Assad, que é da corrente alauíta, minoritária no país.
Nesta sexta-feira, surgiram relatos, não confirmados, de que um massacre teria deixado dezenas de mortos em Homs. Um vídeo divulgado na internet mostra o que seria um ataque das forças do governo, feito nesta sexta, contra manifestantes reunidos em um galpão. A autenticidade das imagens não pôde ser confirmada.
Dois jornalistas franceses que estavam na Síria chegaram a uma base perto de Paris. Edith Bouvier chegou de maca, porque teve a perna quebrada no mesmo ataque que matou, na semana passada, dois jornalistas estrangeiros. Os corpos deles já foram liberados pelo governo sírio.
Em Genebra, a Cruz Vermelha condenou o governo de Bashar al-Assad e disse ser inaceitável que pessoas que precisam de atendimento de emergência há semanas continuem sem assistência. A ONU lembrou que Assad precisa respeitar as leis 
internacionais.

IRà     REVOGADA A SETENÇA DE MORTE DO PR.YOUSEF  NADARKHANI
Fonte:gospel.azumare.com
O Supremo Tribunal anulou a sentença de morte e enviou o processo ao tribunal de Rasht (sua cidade natal), pedindo que o acusado se arrependa e renuncie à sua conversão ao outra religião.

Em entrevista à agência de notícias France Presse, o advogado do 
pastor iraniano Yousef Nadarkhani, Mohammad Ali Dadkhak, anunciou que a sentença de morte por apostasia de seu cliente foi revogada.

O advogado revelou que o veredito foi lido para ele por telefone. A France Presse conversou com Mohammad Ali Dadkhak, mas os contatos da Portas Abertas ainda não confirmaram a informação.

O Supremo Tribunal anulou a 
sentença de morte e enviou o processo ao tribunal de Rasht (sua cidade natal), pedindo que o acusado se arrependa”, disse Mohammad Ali Dadkhak. Isto significa, de acordo com o advogado, que as autoridades ainda mantêm a esperança de que Yousef volte à fé muçulmana e farão de tudo para pressioná-lo.

História

Yousef Nardakhani, agora com 32 anos, se converteu do islamismo ao cristianismo quando tinha 19 anos e tornou-se pastor de uma pequena comunidade evangélica no Irã.

Ele foi preso em outubro de 2009 e 
condenado à morte por apostasia sob as leis islâmicas do Irã, a Sharia, que permite sentença de morte. Esta sentença só poderia ser revogada se o condenado se arrependesse e renunciasse à sua conversão a outra religião.
Depois que sua condenação foi confirmada pelo tribunal, em setembro de 2010, 
Nadarkhani tentou ir contra a sentença. A esposa dele, que foi também presa e condenada à prisão perpétua, foi libertada após apelação ao tribunal.

JO.3:16 "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna."


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...