terça-feira, 11 de outubro de 2016

VOCÊ TEM UM CHAMADO



No Brasil dia 12 de outubro é comemorado o Dia das Crianças, mas o que nos temos feitos em prol das nossas crianças? Nesses últimos dias no Brasil eu Miss. Liane Cruz nunca tinha visto e ouvido tantos ataques de violência física, mental e espiritual das nossas crianças.

A cada dia ouvimos e ficamos assustados com tanta violência e casos de abusos e violência domesticas praticados pelos próprios pais. Crianças sendo abandonadas e jogadas da janela como bonecos.

EXEMPLOS DE VIOLÊNCIAS INFANTIL  DIVULGADOS NA MÍDIA

“Casos de violência infantil na região noroeste paulista têm alertado as famílias de que agressões e abusos podem acontecer em qualquer lugar. Em Araçatuba (SP), por exemplo, o caso da menina torturada pelo padrasto ganhou repercussão nacional e tanto o padrasto, como a mãe, estão presos. http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba

“Há 20 dias, o garoto Bernardo, de 11 anos, foi assassinado no Rio Grande do Sul, entre os suspeitos estão o pai e a madrasta. Em fevereiro, o menino Alex, de oito anos, morreu após ser espancado seguidas vezes pelo pai.  Há seis anos, a pequena Isabella Nardoni, na época com 5 anos, foi jogada do sexto andar de um edifício pelo pai e a madrasta. Esses casos de violência contra crianças chocaram a opinião pública. Apesar da notoriedade que ganharam, esses são apenas alguns poucos casos de um universo de violência contra crianças e adolescentes.

No ano passado, o serviço de Disque Denúncia da Secretaria de Direitos Humanos (SDH) da Presidência da República registrou 162 mil relatos de violência física, psicológica e sexual contra crianças e adolescentes. Apesar de crescente, o número de denúncias ainda é pequeno em comparação com a realidade. Dados da Sociedade Internacional de Prevenção ao Abuso e Negligência na Infância estimam que a violência doméstica atinja 18 mil crianças por dia no Brasil. http://www.promenino.org.br/noticias/reportagens/”

VOCÊ TEM UM CHAMADO

Eu não estou chamando atenção do Ministério(Pastores, Missionários, Presbíteros......) É da Igreja do Senhor Jesus. Sim você que diz que ama a Cristo. 
Vamos ficar sentados vendo esta situação crescer.
Principalmente nas nossas Escolas Públicas ou Particulares onde são oferecidas Cartilhas ensinando crianças e adolescentes a terem sexo com pessoas do mesmo sexo.

DEUS TEM UM PROJETO

E o Projeto de Deus é que todo aquele que crê em Seu Filho Jesus Cristo, seja salvo do pecado e se torne um filho de Deus, recebendo Jesus em sua vida, tornando-se, assim uma nova criatura.
Pois bem, o mais importante a ser feito pelas crianças é ensinar-lhe exatamente o evangelho, pois são estas boas novas pregadas, ouvidas e cridas, que mudam o coração. Sim, as crianças precisam ser evangelizadas.
Uma criança que se torna uma nova criatura pela fé em Cristo, salva pelo Senhor, habitada assim, pelo Espírito Santo, será vitoriosa em relação as influencias negativas que procurarão atingi-la não só na infância mas durante toda a sua vida.
Houve um tempo em que os crentes eram chamados de protestantes. Há uma necessidade urgente de este título ser resgatado. É preciso protestar contra toda e qualquer ação perniciosa, seja ela qual for.

Muitos ensinos tendenciosos que estão sendo levados às crianças nas escolas, assim como muitos programas perniciosos que estão sendo levados às crianças nas diversas mídias, precisam ser repelidos, inclusive porque ferem a própria constituição do país. Estes ensinos e programas precisam ser denunciados e os responsáveis têm que ser levados a responder diante da justiça por seus atos.

As crianças não têm voz e temos que falar por elas, como nos recomenda a sabedoria: “Abre a boca a favor do mudo, pelo direito de todos os que se acham desamparados. Abre a boca, julga retamente e faze justiça aos pobres e aos necessitados.” (Provérbios 31:8,9). É bom também trazer à memória esta frase de Edmund Burke: "A única coisa necessária para o triunfo do mal é que os homens bons não façam nada."

É necessária a presença de “protestantes” nos Conselhos Tutelares em todos os municípios do Brasil, para ajudarem em relação às crianças que são abusadas das mais variadas formas. E mesmo em relação a atitudes abusadoras que muitas vezes são cometidas até por aqueles que são chamados “cristãos” e que ocupam funções de destaque no meio evangélico, não se pode ficar calado, ou mesmo querer mostrar uma certa deferência e compaixão pelo fato da pessoa envolvida ser algum líder. Vitor Hugo, numa de suas célebres frases, afirmou: “A compaixão nem sempre é uma virtude. Quem poupa a vida do lobo, condena à morte as ovelhas.”

CONCLUSÃO
Bem, a questão está colocada: As crianças estão a mercê de variadas influências negativas: tv, internet, más companhias, adultos abusadores, ensinos tendenciosos, má literatura etc. o que está faltando para conseguir ajudar as crianças?

Podemos concluir dizendo que, acima de tudo, temos que ouvir o Mestre dos Mestres, que ao tratar das crianças deu sábias instruções, registradas pelos evangelistas Mateus e Marcos. Que possamos examiná-las, novamente, com bastante atenção, e atendê-las: Texto http://apec.com.br/

“Hoje falta mão de obra na igreja por falta de qualificação dos membros. As pessoas não vêem as crianças como “futuro”, e não investem para preparar a futura geração para Cristo.”
“A base é a família. A criança, além dos bons exemplos em casa, precisa de bases sólidas firmadas na Palavra de Deus para a pratica cristã. Desse modo, o que for apresentado a ela, e estiver fora desta Palavra, não a influenciará.” (Abdiná Arruda)
“A base é a família com bons exemplos! Pai e mãe têm que ser exemplos para os filhos. As crianças observam o comportamento dos pais”. (Vaniele Martins)
“Nós, os evangélicos, precisamos da dedicação dos irmãos que querem trabalhar no departamento infantil. Todos devem ser conscientizados que os que ministram para as crianças e adolescentes além do dom recebido por Deus precisam ter muito, mas muito amor mesmo pelas crianças e pela obra de Deus. Precisam ter consciência que estarão plantando a semente dentro de cada coraçãozinho e que isto resultará na vinda de futuros pastores, obreiros, etc. Pastores de crianças, além do dom, precisam ter formação, orientação e dedicação, pois ser filho de crente não significa que será crente também, por isso, a semente precisa ser plantada com amor, dedicação, firmeza e clareza.” (Sandra Regina Rinco) http://apec.com.br/artigos.php?news

VOCÊ TEM UM CHAMADO COMO SERVO DE DEUS, OBEDEÇA!



              

 Educação Infantil começa no lar, você tem incentivado seu filho(a) para ir a Escola Bíblica Dominical?


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...