terça-feira, 17 de maio de 2016

YOUSEF NADARKHANI É PRESO NOVAMENTE

17 Iran_2012_0260008828

Uma vez condenado à sentença máxima (morte por enforcamento), por apostasia, Yousef Nadarkhani de 39 anos ficou detido diversas vezes por continuar negando a fé islâmica, que é obrigatória no Irã a todos os cidadãos. O país que é o 9º na atual Classificação da Perseguição Religiosa e um dos lugares mais perigosos para seguir a Cristo, não perdoa aqueles que se convertem ao cristianismo. Durante quase três anos, o líder esteve preso aguardando sua pena de morte. Tudo começou em 2009, porque ele não quis que seus filhos estudassem o alcorão. Nadarkhani se converteu aos 19 anos de idade e três anos depois fundou uma pequena igreja na cidade de Rasht, a noroeste da capital iraniana, Teerã.

Em 2012, no mês de setembro, a justiça voltou atrás e ele foi absolvido da apostasia, mas considerado culpado de evangelizar muçulmanos. No dia 25 de dezembro, do mesmo ano, ele foi obrigado a retornar à cela, onde ficou até o dia 7 de janeiro de 2013. Depois disso, muitas falsas notícias circularam dizendo que ele estava morto, mas na última sexta-feira, dia 13 de maio, o líder cristão foi novamente detido pelas autoridades iranianas que insistem que ele obedeça às leis do país e se converta ao islamismo.

No Irã, o cristianismo é considerado uma influência ocidental condenável, uma ameaça iminente para a República Islâmica. Especialmente porque o número de cristãos está crescendo, e pessoas de todas as idades estão deixando o islamismo para se converter ao cristianismo, entre elas até mesmo líderes políticos e religiosos. Todos os cristãos são afetados pela perseguição, mas especialmente os ex-muçulmanos convertidos ao cristianismo que compartilham o evangelho com muçulmanos.
FONTE: https://www.portasabertas.org.br

 Ore por essa nação.


Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...