segunda-feira, 18 de abril de 2016

O DESAFIO MISSIONÁRIO ÉTNICO E LINGUÍSTICO



O desafio missionário é tão árduo e grandioso que muitos não sabem por onde começar. Para facilitar nosso estudo, vamos afirmar que o desafio missionário precisa ser visto sob a ótica de 02 dimensões: o desafio étnico, o desafio linguístico.
O DESAFIO ÉTNICO
O que vem a sua mente quando você pensa na ideia de nação? Na língua portuguesa, costumamos nos referir as nações como sendo as pátrias ou países formalmente reconhecidos e organizados.
O texto da Mateus 24:14  E este evangelho do reino será pregado em todo o mundo, em testemunho a todas as nações, e então virá o fim. 
Dentre as muitas características dos últimos dias, tais quais guerras e catástrofes, o mais importante critério para a volta de Jesus é que o evangelho seja pregado as nações. A questão aqui, no entanto, é que o termo original para nação é ethné, que quer dizer etnia é um grupo que possui a mesma língua, historia e cultura.
Portanto, quando falamos do mundo atual, não há simplesmente os 193 países reconhecidos pela ONU. Muito além dessa organização há no planeta aproximadamente 16.713 grupos étnicos. São povos e raças que estão entre os países organizados, mas que possuem suas próprias características.
O DESAFIO LINGUÍSTICO
Em Romanos 10:14 Como, pois, invocarão aquele em quem não creram? e como crerão naquele de quem não ouviram? e como ouvirão, se não há quem pregue? De sorte que a fé é pelo ouvir, e o ouvir pela palavra de Deus.
Romanos 10:17
Romanos 10:14
Ou seja, ouvir o evangelho é fundamental. E podemos concluir que, para que o evangelho atinja o coração, este deve ser pregado na língua do ouvinte. O segundo desafio, portanto, é desafio linguístico.
Há mais de 7.000 línguas no mundo, sendo que cerca de 900 são consideradas “semi-extintas” pelo guia Etnologue. Cerca de 2000 línguas possuem a Bíblia inteira ou parcialmente. Cerca de 4.000 línguas não possuem porções da Bíblia traduzida. A tradução esta em processo em cerca de 2.200 línguas. Cerca de 1.800 línguas ainda precisam que o trabalho de tradução bíblica seja iniciado.
Alguns podem não priorizar a tradução bíblica como tarefa missionaria já que 95% da línguas do mundo são faladas por apenas 5% da população. Ou seja, muitos idiomas ainda não alcançados são falados por etnias compostas por poucas pessoas.
Outro problema é que muitas das línguas do mundo são grafadas. Ou seja, não são escritas. Antes do trabalho de tradução, o missionário precisa antes criar o código, e em seguida alfabetizar a etnia, para que tenham acesso as escrituras.
Estima-se que das línguas sem tradução bíblica, 40% estão na África, 33% estão no nordeste da Índia e ou sudeste da China, 20% na Papua Nova Guiné, Indonésia e outros arquipélagos do Pacíficos.
BRASIL
Somente no Brasil há mais de 300 grupos étnicos, sendo que os povos indígenas são a grande maioria. Destes, mais de 150 grupos possuem menos de 5% de cristãos evangélicos, inclusive, algumas etnias não possuem cristãos.
A igreja não pode olhar para o mundo institucionalmente ou politicamente na hora de se organizar missões, visto que Deus olha para o mundo etnicamente. Dentre os povos citados, existentes hoje, cerca de 40% continua sem acesso ao evangelho.
Você é salvo em Jesus Cristo? Se a resposta é sim, este artigo deve estar queimando no seu coração. Quem irá até eles? Como essa obra deve ser feita?
Os maiores desafios missionários, estão longe da prioridade da igreja urbana. Quem irá?????
FONTE: APOSTILA IMPACTO GLOBAL A MISSÃO DA IGREJA EM 7 MOVIMENTOS 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...