segunda-feira, 30 de março de 2015

LÍBIA: MEDO DE SER CRISTÃO


Imagine viver em um estado tão constante de medo que, até mesmo sair de casa, torna-se difícil…
Essa é a realidade para um número cada vez mais crescente entre cristãos egípcios que vivem na Líbia. Desde que o Estado Islâmico assassinou brutalmente 21 cristãos, os que expressam sua fé em Deus têm experimentado um aumento nas ameaças, sequestros e assassinatos.
Relatórios mostram que muçulmanos estão oferecendo altos valores para quem levar até eles nomes de cristãos. As áreas onde os cristãos vivem já são bem conhecidas.
Até mesmo motoristas de ônibus estão receosos de transportar cristãos. Muitos já se recusam a levá-los de um ponto a outro.  Outros, aproveitam a situação para cobrarem dos cristãos um valor muito acima do habitual para transportá-los.
Os 21 cristãos mortos viviam na aldeia Samalout, província rural de Minya. Antes de serem destinados à morte, o grupo militante confirmou a religião dos homens através das carteiras de identidade de cada um, onde é obrigatório constar a qual religião cada cidadão pertence.
A maioria dos cristãos egípcios se mudou para Líbia em busca de melhores condições de trabalho, uma vez que a economia do seu próprio país enfrenta um colapso nos últimos tempos.

25 de março de 2015 | | Postado por Voz dos Mártires

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...